Condições para a renovação do legislativo

Para que se efetive uma ampla renovação do Congresso Nacional duas condições são essenciais:

  • a ampla disseminação do sentimento de revolta junto aos eleitores contra os políticos atuais para dar respaldo à vontade de cada eleitor, principalmente dos economicamente mais carentes, em não votar nos políticos atuais, incluindo os seus familiares ou protegidos;
  • a oferta de candidatos novatos com imagem ou discurso capaz de sensibilizar o coração e mente do eleitor esvaziados, pelo sentimento acima.
Mal comparando, seria uma situação de fim de namoro ou casamento em que uma parte decepcionada com o(a) companheiro(a) se separa, e tem esperança de encontrar um novo amor. 

Esse novo amor, pode emergir apenas como uma figura bonita ou ter maior conteúdo. 

A figura bonita pode ser o candidato que se apresenta, como jovem, como renovador, como alguém que quer ser diferente dos veteranos. Poderá ser insuficiente para cativar o(a) eleitor(a) frustrado(a) ou até revoltado(a).

Mas se esse "principe encantado" ou "princesa" não aparecer, o eleitor ou eleitora, poderá voltar ao relacionamento anterior. 

O veterano populista acena com a perspectiva de melhoria da vida do eleitor(a) e ele(a) perdoa as suas mazelas. Aceita que ele "rouba mas nos atende". Melhor que os outros que roubam e não fazem nada por nós. 

E diante da degradação política geral, dá para acreditar que o novato, quando chegar ao poder, também não "vai roubar"?

Qual é a sua saúde e convicções pessoais, para resistir à contaminação do vírus do patrimonialismo, do nepotismo ou da corrupção?

Além da figura ou do histórico pessoal precisa ter um discurso que passe para os eleitores uma imagem ou sensação de honestidade, veracidade e sinceridade. 

Precisa ser autêntico, acreditando plenamente no quer for dizer. 

A autenticidade tem que ser em relação a colocações com efetiva capacidade de sensibilização do eleitor ou da eleitora. 

As colocações e proposições "do mercado" podem sensibilizar o eleitor da opinião publicada, mas não o eleitor "vulnerável". 

A pergunta que não quer se calar e que ainda não consigo responder é: quais são os discursos autênticos que os novatos podem apresentar para sensibilizar suficientemente os vulneráveis, para que o eleitor vote nele e não nos conhecidos veteranos? 

(cont)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um novo amor!

Em 10/06/2018 publicamos este "post" Para que se efetive uma ampla renovação do Congresso Nacional duas condições são essenciais...