sexta-feira, 28 de julho de 2017

Não basta parar para pensar

Quando as coisas não vão bem é usual "parar para pensar". Rever os rumos adotados, tentar identificar os erros cometidos e repensar o futuro. 
Mas as reflexões pouco adiantarão sem mudar os paradigmas. Acabam ficando presos a um círculo vicioso.
É preciso "pensar fora da caixa". Mas também não é suficiente. É preciso ingressar numa nova caixa. A maior dificuldade está em entender essa nova caixa. 
O que são as novas circunstâncias? O que são os novos contornos da realidade? 

O Brasil vem perdendo tempo, ao insistir em se desenvolver com base no investimento público. E perdeu mais uma oportunidade com a mudança de Governo. 

É o momento de aceitar a realidade e gerar melhores condições para o investimento privado em infraestrutura

2 comentários:

  1. Parece que o paradigma do lucro ainda é um grande tabu na nossa cultura. Isso deve contribuir, entre outras parcelas, para o "sumiço"do investimento privado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda prevalece na tecno-burocracia pública a idéia de que o investidor privado deve operar como se fosse um investidor público.
      Quem quer ter uma atividade privada vai constituí-la. Quem não quer prefere entrar no Estado. E por isso não só não entende como é contra. Se fosse a favor estaria do outro lado.

      Excluir

Por que são poucos sindicalistas no Congresso? (5)

Aprovação das políticas econômicas As políticas econômicas dependem de aprovação do Congresso. Para obter a sua aprovação, as autoridades ...