sexta-feira, 15 de junho de 2018

E se o Brasil ganha a Copa do Mundo, 2018?

Vai ser como 1954? Uma seleção desacreditada - apesar do esforço da mídia brasileira - que surpreende: contrariando as expectativas conquista a taça em 15 de julho.
Vai acabar o mau-humor do brasileiro. Mas por quanto tempo?
Durará pelo menos dois meses, influindo nas eleições? 
A maioria do povo brasileiro não quer nem pensar, porque a primeira condição não vai acontecer. 
Mas sempre pode aparecer um "cisne negro". Isto é, o inesperado. 
Se a seleção da CBF não ganha, nada muda. Está dentro do esperado. Estamos preparados. Mas se o Brasil ganha? Muda tudo, ou nada muda? 
Não estamos preparados para essa hipótese inusitada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mobilização nacional

A Copa do Mundo tem o dom de promover mobilização nacional. Não só no Brasil. Segundo a visão estratégica, a razão é simples. Cada seleçã...