terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Perspectivas dos investimentos em infraestrutura

Uma pequena retomada da taxa de investimentos está animando os analistas a prever substanciais aumentos dos investimentos em infraestrutura, o que não deverá ocorrer. 
Isso porque os investimentos em infraestrutura, no passado, foram predominantemente estatais. Com a total falência econômica do Estado, sem condições políticas de continuar aumentando a carga tributária, obrigado a conter os gastos, os investimentos em infraestrutura terão que ser privados, o que muda substancialmente a lógica decisória.

Os principais investimentos previstos ou desejados estão no setor de transportes, com ênfase ainda no setor rodoviário. Segundo previsões de consultoria especializada, deverão ser investidos no setor, em 2018, R$ 35,7 bilhões, dos quais R$ 12,2 bilhões no rodoviário.

Para isso se conta com a renovação antecipada de contratos de concessões rodoviárias, com a realização de investimentos. A legislação foi alterada para a sua viabilização, mas até agora não foi aplicada em nenhum caso específico.

Por outro lado, os principais grupos nacionais detentores de concessões estão inabilitados ou debilitados, sem condições de assumir novos compromissos ou mesmo de levantar financiamentos. 

Esses grupos são predominantemente de construtoras, interessadas nas obras e não na operação. Com a execução das obras iniciais algumas procuraram transferir os contratos para operadoras. Na inexistência de operadoras nacionais, grupos estrangeiros ocuparam esse espaço.  E não se deram bem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um novo amor!

Em 10/06/2018 publicamos este "post" Para que se efetive uma ampla renovação do Congresso Nacional duas condições são essenciais...