quinta-feira, 9 de julho de 2015

Erros passados, correções e novos erros presentes

A crise que enfrentamos não foi gerada no presente. É consequência de decisões erradas adotadas no passado, como as mais corretas. Decisões que não levaram em conta os impactos futuros.
Pensar e discutir o futuro não significa fazer adivinhações do que vai ocorrer ou o que se vai decidir ou fazer nesse futuro. 
A construção do futuro é feita no presente e por decisões atuais que tem importantes impactos no futuro. 
Enquanto um Brasil, o do sudeste e sul estão se debatendo numa crise que foi determinada no passado, um novo Brasil está sendo construido, sem que o primeiro se interesse em conhecê-lo. 
Só vai se dar conta quando irromper por volta de 2018 quando poderá ser mais importante do que a economia do sul/sudeste.
O futuro do Brasil está sendo construido bem longe da ciclovia da Avenida Paulista. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trabalhador não está votando em trabalhador

A partir da constatação numérica de queda da bancada sindical no Congresso Nacional, o que resultou na derrota da visão dos trabalhadores na...