sexta-feira, 3 de julho de 2015

Inflação aleija, câmbio mata

A famosa frase de Mário Henrique Simonsen, lembrada ontem por José Francisco Marcondes, me enseja o contraponto: câmbio é a salvação.
Diante do embaralhamento da situação, a saída está no porto, seja aéreo ou marítimo. 
As exportações de produtos industrializados podem gerar um círculo virtuoso, elevando a produção, gerando mais empregos e aumentado a massa salarial. 
Passos importantes tem sido dados, mas insuficientes. O mais significativo está na aceitação do "draw back", cujo significado é o Brasil aceitar ter plataformas de exportação. 
Falta o mais importante: os acordos comerciais com os países mais desenvolvidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um novo amor!

Em 10/06/2018 publicamos este "post" Para que se efetive uma ampla renovação do Congresso Nacional duas condições são essenciais...