quinta-feira, 2 de junho de 2016

A falácia da falta de inovação

produto industrial brasileiro não é competitivo, porque o "Brasil não inova".


Quem inova não é o país, mas a empresa. Inovação não é apropriado pelo país, mas pela empresa. Que pode usá-la em qualquer outro pais, concorrente do nosso. 

Se uma unidade de multinacional não adota uma inovação é porque a direção superior assim o decidiu. 

Se o carro brasileiro não é inovador, se não é de última geração tecnológica é porque a multinacional assim decidiu. 

Não é a falta de P&D no país que tira a competitividade do carro brasileiro (que só existe no sentido do local de montagem, ou que só roda em território nacional). Não  existe indústria automobilística brasileira, no sentido estrito. Tampouco carro brasileiro. É tudo multinacional e mundial.

Inovação tecnológica num mundo globalizado não é uma questão nacional. E inteiramente empresarial. 









Nenhum comentário:

Postar um comentário