quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Projeto Trinacional

Em Boa Vista, final do Brasil, discutindo a saída (da crise) pelo norte, deparo-me com a possibilidade de um projeto trinacional, de grande escala: estender a fronteira agrícola envolvendo 3 países: o Brasil, a Venezuela e a Guiana (ex Guiana Inglesa).

Trata-se de um bioma com semelhanças com o cerrado: o lavrado. Hà vários anos atrás houve tentativas de desenvolver a produção de soja em Roraima, mas não deslanchou. 

Os produtores preferiram migrar para o Matopiba,  que também tende a uma valorização de terras que impelem os produtores a buscarem novas áreas.

A próxima etapa, talvez a última é o lavrado.


A percepção já existe. É preciso agora formular um projeto, viabilizar as condições institucionais e implantá-lo. Com um suporte de projetos transnacionais.

Para a sua implantação duas condições são essenciais: 
  1. aumento da produção agrícola pela percepção por produtores da oportunidade;
  2. envolvimento das grandes tradings de commodities na comercialização e financiamento da produção.
Enquanto o lavrado tiver uma pequena escala de produção, as tradings não se interessarão. 

Com o seu aumento, elas se interessarão e ai promoverão um grande salto na produção.

O aumento da produção agravará os gargalos logísticos e impulsionará o interesse privado para a sua superação, tanto em transporte como em portos. Nos três países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O perfil dos novatos (3)

Além dos posicionamentos pessoais a respeito da ética no exercício da função política, os novatos deverão se posicionar em relação aos temas...