terça-feira, 4 de agosto de 2015

Estaria completo o desmonte do "petezão"?

Com  a esperada prisão de José Dirceu, a Operação Lava-Jato chegou ao mentor principal da montagem e operação do mega esquema de desvios e apropriação indevida de recursos geridos pelos Governos públicos.

Com essa prisão teria sido inteiramente demolido esse esquema  que, pode ser caracterizado como de "petezão"? É muito mais amplo que o mensalão e o petrolão. Esses dois teriam sido os maiores e acabaram sendo descobertos, mas as ramificações são amplas e ainda pouco conhecidas pelo público em geral.

Não foi extirpada a principal fonte operacional do processo que é a extorsão praticada pelos políticos, protegidos pelo foro privilegiado.

Do ponto de vista de imagem ainda está preservado o principal símbolo do desencadeamento dessa epidemia: o maior líder popular da história recente do país, responsável pelo apodrecimento ético, de consequências desastrosas na vida de cada brasileiro. 

A prisão de José Dirceu foi jurídica, ainda que se queira imputá-la como política. Uma prisão de Lula, será política e causará convulsão social. O que não se sabe é em que extensão.

Só a prisão dele marcará o fim de uma era. Enquanto ele ficar solto, essa continuará agonizante, mas persistente.

E mesmo que a era Lula e do petezão acabe, nada garante que a nova era não repita os mesmos problemas. Porque o fundamento, que é o patrimonialismo permanece intacto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um novo amor!

Em 10/06/2018 publicamos este "post" Para que se efetive uma ampla renovação do Congresso Nacional duas condições são essenciais...