segunda-feira, 4 de abril de 2016

O colapso do modelo econômico brasileiro

A crise brasileira não é fruto da incompetência da Presidente, dos seus erros na condução da economia, do desvendamento (ainda parcial) do maior esquema de corrupção do mundo, ou da disputa de poder entre o PT e o PSDB, agora com o PMDB. 
São apenas sintomas perceptíveis de uma crise estrutural: do colapso de um modelo de nação, que se esgotou nos anos recentes. 

A grande opção do Brasil foi estruturar sua economia voltada para o mercado interno, tendo a indústria como  o "carro chefe". 

Para viabilizar esse modelo foi implantado e desenvolvido um parque industrial protegido por barreiras alfandegárias e não alfandegárias. Com a abertura de frestas nessa barragem, a indústria brasileira entrou em decadência e, mantendo a condição de "carro chefe", está levando a economia como um todo "ladeira abaixo".

A crise conjuntural da economia brasileira decorre da tentativa do Governo, em sucessivas gestões, tentar conter essa decadência, através da sustentação da demanda interna, para absorver a produção industrial. Não deu, nem vai dar certo.


A saída estrutural da crise econômica brasileira está numa reindustrialização voltada para a inserção da indústria brasileira nas cadeias globais de suprimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Riscos de empreendimentos privados de infraestrutura

O primeiro grande risco é a falta de compreensão sobre "empreendimento de infraestrutura", também caracterizado como projeto de in...