terça-feira, 11 de abril de 2017

Ilusões em relação à renovação da Câmara dos Deputados

Desenvolveu-se dentro da sociedade organizada uma forte ojeriza aos políticos, começando a surgir dentro dela movimentos para que os eleitores rejeitem a reeleição dos atuais parlamentares. 
Um dos mecanismos para tal é a avaliação da qualidade dos parlamentares atuais.



Parece objetivo e simples. Mas não é. 

São Paulo tem 70 deputados na Câmara dos Deputados. Uma pergunta inicial aos paulistas revoltados é quantos deputados ele conhece ou já ouvir falar, para poder avaliar se ele é bom ou não?

E do total dos 513 deputados federais quantos cada revoltado conhece? 


Cem mil paulistanos podem ir à Av Paulista pedir que não reelejam os atuais Congressistas, mas bastam 30 mil votos em Roraima, para chegar ao Congresso. 

Como evitar isso?  Os cem mil revoltados da Avenida Paulista, ou da rede social, precisam convencer outros cem mil eleitores de um dado candidato que aqueles consideram desmerecedores de reeleição. Que os revoltados não conhecem, mas esse candidato é conhecido e apoiado pelos seus eleitores.

Não é o povo brasileiro, como uma figura construida, para fins de análise, que elege o Congresso, mas cada eleitor com o seu voto. Por razões individuais. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário