sábado, 29 de abril de 2017

Terceirização - números afinal

Dentro das PNADs - Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicilios um levantamento complementar sobre relações de trabalho e sindicalização, para o ano de 2015, estima - afinal - a quantidade de empregados terceirizados.

O total de empregados - isto é com algum vínculo empregatício com um empregador - em 2015 seria de 51.660 mil trabalhadores. Dos quais 9.779 mil seriam contratados através de um intermediário. Seriam os empregados terceirizados, representando 18,9 % do total. Esse percentual seria mais elevado na atividade não agrícola, correspondendo a 20% do total. No setor agrícola a terceirização seria de apenas 5,1% do total de empregados. A discrepância pode decorrer da informalidade. 

A terceirização é maior entre os empregados com carteira assinada, do que os sem carteira assinada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um bom ou mau projeto? (4) - Reindustrialização

Dentro da perspectiva de que o Brasil para se tornar um país desenvolvido precisava ter uma indústria própria. Até os anos 80 a indústria fo...