terça-feira, 23 de agosto de 2016

Competitividade e lucratividade nas commodities

No mercado das commodities ter menor custo não gera - de imediato - maior competitividade. Mas lucratividade.

O fato de ter menor custo não leva o produtor a vender mais barato para ganhar mercado. As cotações seguem um movimento global, sendo definido em bolsa de mercadorias. As vendas são definidas em torno dessas cotações e não por preço definido pelo produtor ou pelo comprador.

Se o produtor tem maior lucratividade, em função dos seus custos menores diante das corações vigentes aumente o plantio e isso pode levar à depreciação das cotações futuras que podem se efetivar quando essas se tornam presentes. A menos de fatores climáticos, como ocorreu com a safra brasileira 2015/16.

Quando as cotações caem, os de maior custo, com a perda de lucratividade reduzem o plantio ou até saem do mercado. E os com custos menores permanecem e dominam o mercado no ciclo seguinte. Essa é a perspectiva da soja brasileira. Essa é a condição que vai levar o Brasil a ser o maior supridor mundial de grãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um bom ou mau projeto? (4) - Reindustrialização

Dentro da perspectiva de que o Brasil para se tornar um país desenvolvido precisava ter uma indústria própria. Até os anos 80 a indústria fo...