quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Empregabilidade para a economia 4.0

Na retomada do crescimento  da economia o mercado de trabalho não será mais o mesmo da crise.

A crise está depurando empresas e atividades. E com isso empregos. 

Empresas que fecharam não serão reabertas. Lojas que fecharam serão substituídas por outras. 

Muitos trabalhadores demitidos na crise não encontrarão o mesmo cargo ou função. 

Por outro lado,  novas profissões estão emergindo, requerendo ampla reciclagem dos trabalhadores para se adaptar ao novo mercado. 

Não apenas nos cargos de alta tecnologia ou de alto nível. Mas também nas funções básicas. 

O envelhecimento da população e o aumento relativo de inativos em relação aos ativos é visto predominantemente pela lente do déficit fiscal.

Pode ser vista do lado da demanda que essa população gerará de oportunidade de negócios e de trabalho. 

A Economia 4.0 não será apenas de tecnologia. Mas de uma conformação da sociedade diferente. 

O domínio não será dos nerds, mas dos idosos utilizando a internet, o smartphone e até caçando pokemons. Não por outro motivo bancos estão se orientando para esse mercado.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O perfil dos novatos (2)

Os novatos estão fascinados com o suposto poder da rede social e se concentrarão no meio virtual.  Poucos se dedicarão aos tradicionais mét...