sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Foram eleitos

Na aversão aos políticos de Brasília, como se eles fossem de outro planeta e "sem noção", a sociedade organizada, apoiada pela mídia, despreza o fato real de que eles foram eleitos democrática e legalmente, em 2014. Isto é, com o voto do povo.

Não são políticos de Brasília. São os políticos em Brasilia: políticos de todo o Brasil. 

O Brasil tem, na realidade, um parlamentarismo híbrido.

O parlamento tem o direito de afastar o Presidente da República. O Presidente da República não tem o poder de dissolver o parlamento e convocar novas eleições gerais. As manifestações de rua podem contestar o parlamento mas não tem poder real de dissolvê-lo. 

A renovação do Congresso só deverá ocorrer em 2018. Ai será o momento para defenestrar os políticos corruptos. 

Tudo depende de 2018.

As ações atuais, as manifestações populares só serão efetivas se convencerem as populações estaduais a não votar nos políticos desonestos ou os tais "sem noção".

O desafio não é apenas de reunir milhões nas capitais e grandes cidades brasileiras contra o parlamento. É preciso convencer os cerca de 150 milhões de eleitores. 

As ações de curto prazo são necessárias, mas tem que ser consideradas numa perspectiva de médio prazo. O momento chave é outubro de 2018. 

2 comentários:

  1. CONCORDO PLENAMENTE, DR. HORI .... MAS, É NECESSÁRIO COMEÇAR JÁ ..... AS MANIFESTAÇÕES POPULARES IRÃO AJUDAR MUITO A POPULAÇÃO MENOS ESCLARECIDA A VOTAR MELHOR EM 2018 ..... E A MOSTRAR ÀQUELES QUE NÃO SERVEM NUNCA PARA O 🇧🇷 BRASIL..... DIFÍCIL SERÁ ENVONTRARMOS POLITIVOS SÉRIOS E BEM INTENCIONADOS...... !!!!!!!!

    ResponderExcluir

Um bom ou mau projeto? (4) - Reindustrialização

Dentro da perspectiva de que o Brasil para se tornar um país desenvolvido precisava ter uma indústria própria. Até os anos 80 a indústria fo...