segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O Paraguai é aqui


A Homeplay, uma fabricante de brinquedos e artigos plásticos localizada em Atibaia, São Paulo, ao promover a sua modernização e expansão, preferiu se instalar cerca de mil quilometros da fábrica original, atravessando a fronteira, localizando  a nova unidade em Ciudad del Este.  Mais precisamente 1126 km via rodoviária. Praticamente a mesma distância de Atibaia a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. E um terço da distancia rodoviária com a Zona Franca de Manaus.

Instalou-se com a denominação  XPlast e mantém a sua logística centrada em Atibaia, com a empresa Mitro. Essa é quem, além de centros de distribuição na cidade, tem a loja Espaço kids no outlet Fernão Dias.

Os acionistas controladores da Estrela a mais tradicional e maior empresa de brinquedos do Brasil, criaram uma empresa no Paraguai, onde fabricarão produtos atualmente produzidos na China.  

Para poder concorrer no mercado nacional com produtos de menor preço, muitas empresas nacionais com uma estrutura de logística e comercialização estabelecidas passaram a produzir na China, com empresas terceirizadas. Com o adensamento da cadeia produtiva industrial dentro do Paraguai, a tendencia dessas empresas será a transferência da manufatura terceirizada na China para o Paraguai. Nesse caso não seria a transferência de empregos do Brasil para o Paraguai, mas da China para o Paraguai. Os trabalhadores brasileiros já haviam perdido o emprego hà muito mais tempo. 

4 comentários:

  1. É a mesma história de sempre: a empresa é um animal que se move na direção dos lugares onde o custo de produção é mais baixo, mesmo que isso seja além das fronteiras nacionais. Tentar ignorar essa lei natural é como tentar ignorar a lei da gravidade.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito. Tanto a análise do professor JHori quanto seu comentário. Enquanto isso aqui no Brasil ficamos a espera da eleição do presidente dá Câmara dos Deputados e a prisão do Eike Batista. Ah Brasil.

    ResponderExcluir
  3. A mão de obra é parte da historia, aqui pela forma de tributação sobre o faturamento e não sobre o lucro, quanto maior a cadeia produtiva maior exponencialmente é participação dos impostos acumulados no produto. Nos USA se uma empresa vende a outra não existem impostos sobre a venda, sem enormes departamentos de contabilidade para atender as insanas 27 legislações conflitantes do ICMS. Nos EUA se cobram impostos sobre lucro e "Sales taxes" nas vendas ao consumidor final!

    ResponderExcluir
  4. Jorge isso é tema de um artigo!!! Nossa insanidade tributária que trava o País!!!

    ResponderExcluir

Esquerda, centro ou direita? (1)

A tradicional análise política divide os partidos políticos em esquerda e direita. E parte dos políticos assume um lado. Quando não assumido...