segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

A economia do Carnaval

Nestes dias em que o Brasil pára e o povo se diverte, qual é o impacto do carnaval para a sua economia em crise?
Apenas uma pausa, para esquecer as agruras da realidade?
Uma queda na atividade econômica, pela  paralisação  da  produção industrial e de serviços?
Um aumento da atividade comercial pelas compras de produtos carnavalescos e consumo das bebidas?
Um aumento do PIB do setor hoteleiro?
Uma injeção adicional de recursos pelos gastos dos turistas estrangeiros para participação no carnaval?

O carnaval puxa a produção, gera milhões empregos - ainda que temporários - movimenta a economia, em volumes não desprezíveis. Mas o impacto conjunto sobre o PIB ainda não foi medido.  

A paralisação de 2,5 dias úteis, tem uma repercussão negativa macroeconômica ampla. O exemplo da Copa do Mundo em 2014 foi bem ilustrativa, nesse sentido. Depois de realizada e levantadas as contas, a Copa foi responsabilizada pela queda do PIB nesse ano.

Com a ampliação de participação da população nos folguedos carnavalescos, ampliando a perseguição aos trios eletricos em Salvador ou ao Galo da Madrugada no Recife e, agora, com os milhões de cariocas nos blocos e também em São Paulo, os otimistas calculam a movimentação de milhões de reais com o Carnaval de Rua. O que compensaria as perdas com os feriados. Será?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O alcance da opinião publicada

A opinião publicada está muito indignada com os últimos acontecimentos políticos, em que vem sendo "derrotada" sucessivamente.  ...