segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

O que você compra?

O consumidor final compra bens ou serviços, para atender às suas necessidades ou aspirações. A soma de todas as compras dos consumidores pessoais, num determinando período, compõe o item "consumo da famílias" que é o principal elemento do PIB - Produto Interno Bruto.
Se o Brasil está em recessão, é porque o consumo das famílias está contido, é porque o consumo individual agora está menor do que o do trimestre ou do ano anterior. 
A queda da produção é reflexo da queda do consumo final. 
O consumidor final ao comprar bens está puxando a produção industrial. A parcela de bens naturais, como os hortícolas como frutíferas é relativamente pequena na cesta de compra das famílias. 
A predominância quase absoluta é de bens industriais. 

O consumidor final, ao sair do nível de sobrevivência passa a gastar mais com serviços. Mas uma grande parte dos serviços é prestada com o apoio ou uso de bens industriais. O serviço de transporte urbano requer os ônibus produzidos pela indústria. O transporte aéreo precisa dos aviões. Os serviços de saúde requerem instalações, equipamentos industriais e medicamentos, todos produzidos pela indústria. 


Mesmo tendo cerca de 50% do consumo familiar com serviços, pode a economia ser sustentada apenas pelos serviços, sem ter uma base industrial?

O setor de serviços pode ser um setor dinâmico autônomo da economia? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esquerda, centro ou direita? (1)

A tradicional análise política divide os partidos políticos em esquerda e direita. E parte dos políticos assume um lado. Quando não assumido...