quinta-feira, 21 de julho de 2016

Exportar para empregar (10) - Etios para o Peru

A Toyota do Brasil iniciou as exportações do Etios, produzido em Sorocaba, para o Peru. O que foi comemorado com um evento interno, pouco difundido pela grande mídia brasileira. Apenas jornais regionais e as publicações especializadas repercutiram o press-release da empresa.

O fato, embora pouco representativo do ponto de vista quantitativo, diante da enorme crise do mercado brasileiro,  reforça uma tendência já mostrada aqui:

  • o mercado dos novos carros lançados no Brasil pelas multinacionais não é o brasileiro, mas o latino americano;
  • A Toyota do Brasil não "exporta" para o Peru, como já o faz para a Argentina, Paraguai e Chile: a Toyota da América Latina destina;
  • As suas unidades produtivas no Brasil estão sendo convertidas em plataformas de exportação. 

O presente é fruto das decisões do passado. O futuro está sendo feito pelas decisões presentes. O ano de 2016 não será lembrado pela indústria automobilística brasileira como o auge da crise interna, mas o ano em que ela se transformou em latino-americana (de fato).

Nenhum comentário:

Postar um comentário