terça-feira, 28 de março de 2017

A precarização com a terceirização

O problema maior com a terceirização ampla é de determinadas categorias econômicas que hoje são secundarizadas e poderiam passar a ser terceirizadas. O caso principal seria dos bancários.

Os caixas de bancos poderiam deixar de ser contratados diretamente pelos bancos. O serviço de atendimento dos caixas passaria a ser fornecido por empresas especializadas, que contratariam os trabalhadores. Provavelmente com menores benefícios e também com maior rotatividade. 

A "precarização" seria uma redução de remuneração desses trabalhadores. Mas se manteriam na mesma categoria econômica e filiados ao sindicato do bancários.

Com a terceirização ampla, no entanto, poderia ocorrer uma organização horizontal da atividade, com empresas especializadas em fornecimento de atividade de movimentação financeira de varejo. 

Essa empresa especializada garantiria aos bancos, aos supermercados, lojas de varejo, estacionamento e outros o serviço de recebimento  de valores. Com isso essa empresa poderia deslocar o seu empregado para diversas atividades, o que embaralhia a categoria econômica. O que gera forte reação dos sindicatos.

Os sindicatos dos trabalhadores parecem estar mais preocupados em não perder bases, vale dizer, receitas do que na ampliação dos empregos no Brasil. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O perfil dos novatos (3)

Além dos posicionamentos pessoais a respeito da ética no exercício da função política, os novatos deverão se posicionar em relação aos temas...