quinta-feira, 30 de março de 2017

Terceirização e modernização

Terceirização é modernização desde que se aceite a globalização e a organização produtiva baseada na cadeia de valor.


A retirada das restrições à terceirização não irá gerar mais empregos imediatamente. O mais provável é um processo de substituição dos trabalhadores atualmente empregados.

Sem um crescimento de demanda, as empresas não vão produzir mais, e sem maior produção não haverá mais empregos. A terceirização ampla não afeta, de imediato, a demanda. 

Maior competitividade de uma empresa nacional, em relação a uma outra empresa nacional pode significar soma zero. O aumento de produção e de empregos na mais competitiva pode significar menor produção e demissões na menos competitiva. A competitividade tem que ser mundial. Que viabilize o aumento de produção.

A terceirização ampla só terá efeitos sobre a demanda interna se reduzir os preços e provocar o seu maior consumo.

Mas os empresários querem aproveitar as eventuais melhorias de margem, para aumentar os lucros: para repor ou compensar as perdas anteriores, sem reduziu seus preços.

Com essa estratégia de reposição dos lucros perdidos não haverá impactos favoráveis aos empregos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O perfil dos novatos (2)

Os novatos estão fascinados com o suposto poder da rede social e se concentrarão no meio virtual.  Poucos se dedicarão aos tradicionais mét...