quinta-feira, 2 de março de 2017

Mais uma grande bomba sobre o mandato Temer

O mandato de Temer está sujeito a sucessivos bombardeios que farão grandes estragos, gerarão grandes emoções momentâneas, mas não serão suficientes para encurtá-lo. Temer deverá completar, intranquilamente, o seu mandato até 31 de dezembro de 2018.
O relator do processo no TSE, Herman Benjamin, deverá emitir um relatório, a favor da cassação dos diplomas de Dilma e Temer. Será o lançamento da bomba, que não irá explodir de imediato. Seguir-se-á todo um conjunto de especulações sobre os votos dos demais componentes do TSE. Mas o mais importante será a sequência do processo que dependerá do Presidente atual do TSE, o Ministro do STF Gilmar Mendes. E haverá pedidos de vistas.


Terá influência sobre a popularidade do Presidente, e sobre a sua força junto ao Congresso, para a aprovação das reformas previdenciária e trabalhista. Para o meio político, o relatório negativo já é esperado. A postergação será vista como fortalecimento de Temer. Significa que para os parlamentares, a quase totalidade candidatos à releição de que as eleições de 2018 serão realizadas sob o manto do Governo Temer. O que isso significa cada um deles sabe bem ou tem expectativa própria. E sobre essas que Temer saberia trabalhar.  É o que importa a ele, não as manifestações da opinião publicada. 

Uma questão menor, embora também barulhenta, é o pedido de Temer de contribuição da Odebrecht para a campanha eleitoral. Ele confirma ter pedido, Marcelo Odebrecht também. Mas ambos dizem que foi nos termos da lei. 

Se foi nos termos da lei é um informação. Importante, mas sem maiores repercussões. Se foi feito fora da lei é notícia. A mídia quer que tenha sido fora da lei, cheia de mistérios, com entregadores de pacote que quem recebeu não tinha conhecimento do seu conteúdo, tampouco lembra de quem pegou. São suspenses do próximo capítulo da novela que, uma vez apresentado, perde importância. Nazaré deu lugar à Carminha, mas a vez é de Magnólia. Tudo efêmero. Logo se tornam página virada. 

A novela é longa. Ainda tem 22 meses, com muitos capítulos, surpresas, bombas e frustrações. Dentro dessa a saida antecipada de Temer é pouco provável. Mas diversas personagens importantes da novela, sairão de cena. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um bom ou mau projeto nacional (3)

O Brasil não é apenas um exportador de matérias primas agrícolas. Parte já é processada, num primeiro estágio. Outros em estágios mais avanç...