terça-feira, 26 de março de 2019

A "velha política" só existe porque o eleitor vota nela

Uma pesquisa que fizemos sobre os dados das votações locais, em 2014, de deputados federais, em diversos Estados, mostrou que grande parte deles (talvez a maioria) foi eleita como despachantes de interesses locais. 
Essa é a origem da "velha política" e estamos nos dedicando, esta semana, a colocar aqui maiores reflexões para discussão de como superá-la.
O foco principal terá que ser sempre a base, o eleitor: como conseguir que o eleitor não continue votando no deputado federal como despachante de interesses coletivos, mas restritos ao seu pequeno mundo. 
O Governo quer uma reforma da previdência. O eleitor quer o conserto da ponte para ele poder ir à cidade. Ou ter atendimento num posto de saúde. 
O deputado federal promete ajudar o eleitor a conseguir o que necessita e ganha o seu voto. 
É a "política como ela é" (parafraseando Nelson Rodrigues) e não como a gente gostaria que fosse. 
O resumo da pesquisa está publicada num livro "Até onde a vista alcança". Mas que não foi comercializada amplamente, para ser atualizada com os dados de 2018. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...