quinta-feira, 18 de junho de 2015

E agora tucanos?

A bancada do PSDB no Congresso adotou uma tática perigosa de manter a Presidente "sangrando", comprometendo um futuro que poderá ser seu. 
De que adianta desgastar a Presidente se não for para derrotar o PT em 2018 e assumir, novamente, o poder. 


Conseguiu o seu objetivo tático. Desgastou-a perante a classe trabalhadora e junto às Centrais Sindicais. Mas obtido esse resultado precisa agora agir estrategicamente.

Se ajudar a derrubar o veto, vai ter que fazer a reforma quando virar governo (se virar) com todo o desgaste, ou terá que pagar a conta da sua irresponsabilidade fiscal, por populismo.


É contando com essa perspectiva que a Presidente vetou e espera que o PSDB não derrube o veto. Devolveu a "batata quente".

(ver o artigo completo na coluna artigos, aqui ao lado direito)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...