domingo, 15 de novembro de 2015

E o que será de Mariana?

A tragédia de Mariana traz comoção e prioriza as ações emergenciais de salvamento e atendimento aos desabrigados. Além das medidas de remediação ambiental e identificação das causas do acidente.

Mas também é necessário se pensar sobre o futuro de Mariana, sem a sua maior fonte de renda e de emprego. Como Mariana irá se sustentar econômicamente sem a exploração das suas minas?

Deverá voltar a ser apenas uma cidade histórica? Nesse caso como irá se posicionar com Ouro Preto, para a captação de turistas? Ser concorrente ou ter uma ação conjunta para que os turistas visitem as duas cidades? Hospedem-se, façam refeições e gastem nas cidades.

A outra base de renda será a "massa salarial" dos inativos, aposentados e pensionistas da SAMARCO. Os gastos dessa população, desde que permaneçam no Municipio, poderão ser a base da sua sustentação econômica e gerar uma nova dinamização.

Dependerá do espírito empreendedor da população desempregada na busca de uma fonte alternativa de renda.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...