segunda-feira, 10 de agosto de 2015

De volta ao clássico debate

Entre 1940 e 1045 o líder industrial Roberto Simonsen e o prof. Eugênio Gudin,ferrenho defensor do livre mercado protagonizaram um intenso debate sobre a intervenção do Estado na economia e o "laissez faire".

 70 anos depois o debate precisa ser retomado, embora em novos termos.

Mas a essência é a mesma: deve o Brasil reforçar e aproveitar as suas vocações naturais e desenvolver o agronegócio, incluindo nele o setor florestal e o mineronegócio, ou deve perseguir o objetivo de ser uma economia industrial, moderna e competitiva, garantindo uma efetiva independência econômica?

Em outros termos, deve o Brasil ter como principal suporte econômico as "commodities" ou os produtos industriais? 

E como sequência: deve ter uma economia voltada e dependente do mundo, ou deve ter uma economia voltada para dentro e menos sujeita às variações de humores do mercado mundial?

(ver o texto estendido em artigos - coluna à direita neste blog)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...