sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

O que o Brasil ganha com o agronegócio exportador

O agronegócio não é exportador apenas de 

matéria prima, sendo grande parte exportada com um 

primeiro processo industrial, tanto em unidades industriais 

de grande porte, com a produção de celulose, como em 

unidades menores, com o açúcar e etanol. Cabe 

considerar, ademais, que esteúltimo é produto de inovação 

tecnológica brasileira. 



O suco de laranja não só agrega valor pelo 

processamento industrial da laranja, como também pela 

marca. O Brasil é maior produtor mundial de suco de laranja.


As carnes são o caso mais emblemático de transformação

industrial e agregação de valor.


As lavouras estão cada vez mais maquinizadas e 

tecnologizadas, elevando a produtividade e empregando 

relativamente menos. Aumentam a quantidade de 

empregos pela ampliação dos volumes de produção.


Mas a sua principal contribuição para os empregos está na viabilização do processamento industrial subsequente. 


Sem a intensa produção florestal o Brasil não teria se 

transformado no maior produtor mundial de celulose de fibra curta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...