sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Cenários dos próximos passos (1)

Condenado em segunda instância judicial penal, Lula e o PT estão seguindo o roteiro anteriormente traçado sem surpresas e assim continuará até o segundo semestre de 2018.

Lula e o PT manterão a sua pré-candidatura à Presidência da República, apesar da certeza de que o seu registro será impugnado e negado pelo TSE. Por razões absolutamente formais e técnicas. 

Manterá a estratégia de contestar a decisão, acusando de ser uma decisão política, com o objetivo de evitar - a todo custo - a sua eleição.

A estratégia é de mostrar à opinião pública uma versão exatamente oposta à realidade. 

O que está sendo julgado é se Lula é corrupto ou não. O caso do triplex do Guarujá é apenas um caso e dos menores. 

Lula quer evitar que a mídia dê destaque ao fato de que ele está sendo condenado por corrupção. Ou em termos populares que ele está sendo condenado por ser um "ladrão".

O seu principal obstáculo está na difusão e aceitação pelo seu eleitorado da imagem de "ladrão".

Essa imagem será altamente negativa, se refletirá na perda de votos e na sua não eleição. 

A sua estratégia de comunicação é de substituir aquela imagem pela de vítima. Vítima da conspiração da "zelite" que está manipulando o Judiciário, para tentar evitar a sua legítima eleição pelo povo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...