sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Ninguém dissemina notícias falsas (fake news)

Quem recebe uma notícia que acha que é verdadeira ou gostaria que fosse verdade, transmite a outros essa "sua" verdade.
Portanto ninguém transmite uma notícia falsa, sabendo que é falsa. 
O problema não está na falsidade da notícia, mas na aceitação pelas pessoas que as recebe e assume como verdadeira.

Esse processo se baseia no comportamento das pessoas que querem que a notícia recebida seja verdadeira. Elas estão predispostas a aceitar como verdadeiras. Porque desejam que  as sejam. É um processo psicológico individual que se transforma em psicologia das massas.

A proliferação de fake news não é um problema de  tecnologia, mas o desejo inconsciente das pessoas que determinadas notícias sejam verdadeiras, ainda que não sejam. 

A tecnologia facilita e acelera a disseminação das verdades assumidas. Mas é apenas o meio. O conteúdo continua sendo a velha "fofoca".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vontade do Soberano submetida ao Senado Federal

O anúncio pelo Presidente Bolsonaro da indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA, decorre do voluntarismo do soberano, o...